quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

CEO da JCB e o crédito


O CEO da JCB Mathew Taylor, acredita que a recuperação do mercado de equipamentos e máquinas para a construção pode ter uma rápida recuperação se o crédito estiver mais amplamente disponível. Ainda assim a situação nesta industria, a curto prazo (3 a 4 meses), será “brutal”.

Mathew Taylor referiu à revista CONSTRUCTION EUROPE, que “a disponibilidade de crédito é o único factor crítico para a nossa indústria e para toda a indústria em geral, presentemente”. Continua referindo “É uma situação global. Existem alguns poucos países onde não se sente o impacto, apesar de na Grã Bretanha se estar a sentir de forma mais negativa.”

Optimismo

No longo prazo, Mathew Taylor esta optimista que a industria (em geral) esta preparada para crescer. “Existem fortes necessidades infra-estruturais e estas não podem continuar a ser adiadas.”

“Os pontos chave estão prontos para inverter a situação, o único ponto fundamental que está em falta é a disponibilidade do credito. A banca tem de emprestar dinheiro. Se não o fizerem, não têm como ser rentáveis e isso provoca o seu encerramento” referiu.

Mathew Taylor ainda referiu as baixas taxas de juros, os vários pacotes anunciados em todo o mundo e a inflação reduzida, como factores positivos para o mercado da construção e das máquinas e equipamentos para a construção.

Para ler este artigo no original CLICK AQUI.

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Boas Festas!!!



Quando as ideias se esgotam… usa-se algo simples!

E assim sendo, este é o nosso “postal” de Natal…

A CONSTRUMAQUINA.com deseja-lhe Boas Festas!

E votos de um Feliz 2009…

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

CATERPILLAR – Escavadora 330DL



A serie D inclui inovações para melhorar a performance, controlo e versatilidade, desta escavadora.

A impressionante capacidade de carga, um menor consumo e mais eficiente, assistência mais simples e cabine mais confortável permitem o aumento da produtividade e uma redução efectiva de custos.

No vídeo pode facilmente verificar se a versatilidade na utilização desta maquina.
.
CLICK aqui para fazer download do catálogo.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

KOMATSU - Tail zero



Por quê “tail zero”?

A KOMATSU PC-75UU2, mostra-nos o porquê!

Pouco espaço, muita versatilidade…

sábado, 6 de dezembro de 2008

LIEBHERR - Guindaste Premiado


Guindaste telescópico sobre caminhão recebe renomada distinção nos EUA .
.
O guindaste telescópico LTF 1045-4.1 sobre caminhão foi distinguido pela LLEAP com a medalha de ouro do „2008 LLEAP Award Program’s Crane division“.
A LLEAP (Leadership in lifting equipment and aerial platforms) a cada ano confere prêmios a produtos inovadores e/ou avançados de sete diferentes categorias de produtos dos setores industriais da tecnologia de levantamento e plataformas de trabalho que tiverem sido lançados no mercado num determinado período.
.
No ano passado a Liebherr apresentou o LTF 1045-4.1. Com sua lança telescópica de 35 m de comprimento e capacidade máxima de carga de 45 t este guindaste foi concebido para a montagem sobre chassis de caminhões de série de quatro eixos. Com este - como também com o modelo LTF 1035-3.1 construído para chassis de três eixos – a Liebherr disponibiliza aos usuários de guindastes uma alternativa econômica na classe de capacidade de carga entre 30 t e 50 t. Como puros guindastes taxi as duas novidades trafegam com equipamento completo em estradas públicas e nos canteiros de obra eles estão imediatamente prontos para operação.

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

D1000 - A ultima geração da AUSA


Para as capacidades de carga mais elevadas, para obras de grande volume, com terrenos complicados e em zonas de difícil acesso, onde os camiões não conseguem manobrar com facilidade, a AUSA conta com dois modelos de dumpers recentemente lançados: D 1000 AP com descarga frontal e o mesmo modelo na versão APG giratório, ambos de 10 t.

A AUSA adiantou-se ao mercado ao lançar o primeiro dumper de 10 t (versão giratória). Ambos os modelos dispõem de uma capacidade de carga para grandes volumes que podem transportar até 6 m3 de terra com segurança e visibilidade na operação graças a uma excelente divisão de pesos e ao contrapeso integrado posterior. Este contrapeso integrado serve respectivamente para proteger possíveis impactos muito frequentes quando se tem de manobrar em espaços reduzidos.

A outra grande vantagem é a grande visibilidade frontal dos novos modelos D 1000 AP/APG por dispor de maiores ângulos de visão ao situar se o posto de condução numa posição mais elevada que os restantes modelos desta categoria, permitindo uma visibilidade frontal do terreno a partir de 8,7 m.

Estes modelos vêm equipados com conversor de par, oferecendo alto rendimento e manutenção mínima. Dispõe de quatro velocidades e inversor. Esta transmissão está acoplada a um motor Kubota turbo diesel de 105cv da última geração, permitindo a redução de consumo bem como as emissões de CO2.
.
A suavidade com que realizam os movimentos da máquina, é resultado da elevada optimização do sistema de transmissão, em particular do circuito hidráulico que inclui o sistema exclusivo anti inércia “ISV – inteligence sensing valve”, operado pelo mono comando da AUSA com funções integradas que aumenta o conforto na operação e o controlo intuitivo da máquina.

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

CIMERTEX - Valmet - Open Day


A Cimertex e a sua representada Valmet irão demonstrar os seus novos equipamentos, num Open Day organizado em Albergaria A Velha, no próximo Sábado dia 22 de Novembro.

Este Open Day está integrado no European 2008 Road Show da nossa representada Valmet. Serão desenvolvidas demonstrações, sessões de esclarecimento e existirá um simulador disponível para os participantes .

A Cimertex conta com a presença massiva dos principais agentes na área florestal.



sexta-feira, 14 de novembro de 2008

YALE - Dentro e fora: O GPL triunfa na Distrupol


Os empilhadores Yale Veracitor VX de gás petrolífero liquefeito (GPL) trabalham na Distrupol (Midlands, Reino Unido). Fornecem matérias-primas com as quais se fabrica uma ampla variedade de produtos polímeros, desde sacos de plástico a estruturas de cadeira.
Distrupol faz parte do grupo de empresas Univar é líder europeu em vendas, comercialização, distribuição de uma ampla gama de polímeros termoplásticos e elastómeros. O Reino Unido é um dos principais mercados da Distrupol e a sua listagem de clientes neste país inclui a mais de 5.000 organizações. Para assegurar que todos os seus clientes têm um serviço de primeira classe, a Distrupol submeteu a uma revisão todas as suas operações de distribuição no Reino Unido.

Historicamente, a empresa tinha seis armazéns estrategicamente situados no país. Tomou se a decisão de racionalizar estas instalações. A Distrupol opera agora desde um único centro de distribuição situado em Willenhall (West Midlands). O centro de Willenhall conta com 6.500 metros quadrados de armazém equipados com estantes divididos em dois modernos edifícios e separados por um parque de manobras parcialmente coberto. O armazém alberga mais de 1.000 tipos de polímeros diferentes. O armazém principal conta com 24 corredores para aceder ás estantes; cada corredor tem capacidade para aproximadamente 640 palets. No armazém trabalha uma frota de seis empilhadores Yale Veracitor VX de GPL de 2,5 toneladas de capacidade. Os empilhadores são utilizados para descarregar contentores, transportar mercadorias das estantes, preparar pedidos e carregar os veículos de entrega.

Anteriormente a Distrupol utilizava una frota combinada de empilhadores nos seus armazéns; alguns modelos trabalhavam no exterior e outros no interior. Os empilhadores Veracitor VX de GPL equipados com rodas de borracha, trabalham com facilidade tanto dentro como fora do armazém. O gás petrolífero liquefeito (GPL) foi o combustível escolhido devido á sua limpeza, economia y simplicidade de abastecimento. Existe uma estação de serviço perto do armazém principal e o processo de abastecimento requere pouco mais de 20 minutos. Os empilhadores podem trabalhar ininterruptamente durante um turno de oito horas e inclusive mais com um só depósito de gás.
.
No armazém da Distrupol em Willenhall trabalha se em dois turnos: um dedicado á descarga de camiões de mercadoria e outro á preparação e despacho de pedidos. Numa semana normal processam-se uns 2.000 pedidos, o que equivale a deslocar mais de 1.250 toneladas de material. "Trabalhamos em estreita colaboração com a Yale para nos assegurarmos de obter o empilhador mais adequado para as nossas aplicações e aos requisitos de manipulação específicos dos nossos produtos", comenta Keith Price, chefe de armazém e transporte de Distrupol.
.
Os Veracitor VX são compactos porém com o mastro de três etapas podem elevar palets de 1,375 toneladas a alturas de até 4,5 metros; além disso, a velocidade de operação dos empilhadores permitiu á Distrupol reduzir de forma espectacular os tempos de armazenamento e recolha em Willenhall. "A postura da Yale e o seu cuidado com o detalhe impressionou-nos" - afirma Keith Price. Trabalhamos lado a lado para analisar todas as nossas operações de manipulação de cargas; na realidade, actuarão mais como assessores do que como fornecedores". Keith Price conclui: "Dado que os polímeros são derivados do petróleo, as flutuações neste mercado influem nos preços dos polímeros; é por isso que trabalhamos sempre com a pressão de oferecer valor acrescentado aos nossos clientes. Nossa cadeia de fornecimento é agora tão eficaz que alguns dos nossos clientes deixaram de operar os seus próprios armazéns. Sabem que podemos executar os seus pedidos e entrega-los no dia seguinte; deste modo, não têm necessidade de imobilizar recursos e acumular existências".
.
Clique na foto para ler a notícia original em Inglês.

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Hitachi - Kawasaki - Aliança



Os construtores Japoneses, Hitachi Construction Machinery e Kawasaki Heavy Industries, anunciaram o plano de formar uma aliança na fabricação de carregadores frontais de rodas. A nova empresa, sobre a qual a Hitachi terá opção de compra da totalidade em 2012, responderá á norma de emissões “StageIIIB/Tier 4”, que entrará em funcionamento na sua totalidade em 2011.

O acordo permitirá à Kawasaki fazer o spin-off do seu sector de carregadores frontais de rodas para a nova subsidiária a partir de Abril do próximo ano. Nesse altura a Hitachi assumirá 34% da nova empresa. O fabricante TCM (que é detido em 50.1% pela Hitachi) também entrará nesta participação.

Uma declaração conjunta refere: “As três empresas combinarão os seus conhecimentos e tecnologias e conduzirão em conjunto pesquisas e desenvolvimento de novos modelos de carregadores frontais de rodas que respeitem as novas normas de emissões. Um acordo será feito, de forma a que as três empresas dividam as responsabilidades no fabrico e forneçam entre elas os produtos em conjunto desenvolvidos.”

Noticia retirada do site da KHL International Construction (ver link abaixo): http://www.khl.com/magazines/international-construction/detail/item28755/

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

BOBCAT - Nova suspensão de roletes p/carregadoras compactas de rastos


Waterloo, Bélgica. A Bobcat desenvolveu, como opção, um novo trem inferior de rastos com suspensão nos roletes para os modelos T190, T250, T300 e T320 da gama das carregadoras compactas de rastos. O sistema de suspensão nos roletes oferece muitas vantagens que incluem a melhoria na qualidade de condução, rendimento e produtividade melhorados, maior durabilidade e vida útil e facilidade de manutenção. O sistema de suspensão nos roletes complementa o trem inferior de suporte rígido standard, que também foi melhorado em relação ao anterior sistema que se utilizava nas carregadoras compactas de rastos Bobcat.

O novo sistema com suspensão tem os roletes suspensos em molas de lâminas de aço de alta resistência que minimizam a vibração na superfície, tornando a condução mais cómoda.
Comparado com o trem inferior de suporte rígido, as rodas-guia dos rastos do sistema de suspensão de roletes Bobcat foram elevadas, e o peso da máquina assenta sobre os roletes, o que faz com que a mesma gire mais facilmente.


Graças ao novo sistema de suspensão, as pancadas são absorvidas através da deslocação dos roletes, permitindo à carregadora movimentar-se facilmente sobre objectos duros, pedras e desníveis. As carregadoras também se podem movimentar mais rapidamente no local de trabalho, e a suspensão ajuda a reduzir o material se entorne da pá ao manobrar.

Trata-se do primeiro sistema de suspensão de roletes feito integralmente de aço e o primeiro com rastos que incorporam incrustações de aço. Dispõe de molas de lâminas de aço, roletes de aço forjado e rodas-guia de aço forjado com uma flange única, pensados para aumentar a durabilidade. A resistência proporcionada pelos componentes de aço reduz os custos de reparação do trem inferior e aumenta a durabilidade em condições difíceis.



O sistema de suspensão de roletes não requer praticamente nenhuma manutenção, conta com poucas peças móveis e não precisa de ser lubrificado. Os roletes estão permanentemente selados e lubrificados com óleo sintético.

Aumentou-se o espaço à volta da roda dentada motriz para facilitar a limpeza, e o formato do bastidor do trem inferior evita que se acumule material quando se trabalha em condições de lama. A tensão do rasto pode ajustar-se facilmente com uma bomba lubrificante. Os orifícios permitem o acesso das lavadoras a pressão.

O motor de tracção e os tubos hidráulicos do sistema mantêm-se fixos na sua posição. Isto limita a possibilidade dos tubos se entalarem e reduz o desgaste por vibração e o roçar durante o funcionamento. O alojamento do motor de tracção também está escondido, o que limita a exposição à sujidade bem como a pedras ou pedaços de madeira que podem saltar durante o funcionamento, podendo danificar a máquina.




A substituição de peças e os trabalhos de manutenção nas carregadoras compactas de rastos Bobcat simplificou-se graças ao uso dos mesmos cilindros de tensão, motores de tracção e rodas dentadas nos trens inferiores standard de suporte rígido e no sistema opcional com suspensão nos roletes.

No trem inferior de suporte rígido standard, reforçaram-se as zonas de maior tensão, assegurando assim uma maior resistência deste sistema, comparado com o anterior. A limpeza do trem inferior standard também foi melhorada com um novo orifício de limpeza, mais espaço à volta da roda dentada e um desenho curvado da parte superior da cobertura do trem inferior que facilita a remoção de lama.

terça-feira, 4 de novembro de 2008

CIMERTEX Angola



A CIMERTEX Angola vem por esta via informar que mudou todos os seus serviços de Luanda para as suas novas instalações na Zona Industrial de Viana, em Viana.

Enquanto aguarda a atribuição dos números da rede fixa, poderá ser contactada pelo +244 923 588 840/+224 912 666 999 ou ainda através do info@cimertexangola.com.

Veja a o croqui de localização acima.

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Caterpillar Motoniveladora 140M - Animação 3D



Veja esta animação das funcionalidades da nova 140M.

Muito interessante e bem feita!

P.S. Era excusada a música...

sábado, 25 de outubro de 2008

A CASE CX800 DEMOLITION

PROTAGONISTA DA REMODELAÇÃO DA SEDE HISTÓRICA DA RCS MEDIAGROUP EM MILÃO

Um importante projecto: a demolição em via Rizzoli, Milão, da zona onde se encontrava RCS MediaGroup. O principal grupo editorial de Italia.

A escavadora CASE CX800 equipada com uma lança de 23 m foi a protagonista da demolição. Para esta ocasião vestiu o uniforme branco e amarelo típico da Vitali Spa, a empresa de Bérgamo encarregada da importante operação, e que se encontra entre as principais empresas europeias dedicadas a demolições especiais.

A superfície a demolir é muito extensa, com um volume da ordem dos 170.000,00 m3. A obra começou em agosto 2008 e está previsto o final em Março de 2009.

Como parte fundamental da obra, a escavadora CASE CX800 Demolition desmantela de forma gradual e selectiva os edifícios, desde a parte superior até à parte inferior. A máquina, de 120 Tn de peso (com lança e contrapeso), é potente e leva a cabo perfeitamente a demolição, evitando derrubamentos acidentais da estrutura. Com a sua lança de 23 m e uma pinça hidráulica de 12 Tn, desmonta pouco a pouco a estrutura de betão armado. Outras três escavadoras trabalham em paralelo triturando e retirando as armaduras do material demolido para a sua posterior reciclagem. Por sua parte a eliminação do pó é levado a cabo molhando os muros e os escombros com jactos de água a alta pressão.



A CASE CX800 Demolition dispõe de todas as características necessárias para levar a cabo o trabalho de forma eficaz e com total segurança, tal e como exige a empresa Vitali SpA. Há que ter em conta que o sector das demolições é extremamente delicado e necessita empregar a maquinaria mais avançada.

Projectada em colaboração com os engenheiros da CASE e com a consultoría da RAMI Srl de Seriate (Bergamo), concessionário da CASE, a máquina foi montada em somente três meses, adaptando a unidade base ás exigências específicas do cliente. Agora é parte integrante de uma frota de mais de 300 unidades da empresa Vitali.

A escavadora, de 15 metros de longitude e de 5 de largo, tem rastos de aço de 650 mm. Pode levar braços de excavação até 23 m de longitude com tesouras de 12 Tn y braços de secção telescópica até 40 m, capazes de utilizar acessórios de 3 Tn. Ainda assim pode ser equipada com uma lança maior, de 50 m, capaz de utilizar acessórios de 2,5 Tn.

Graças a 1 sistema engate rápido, a lança de escavação pode ser substituída pela de demolição em menos de 1 hora, tornando a máquina sempre operativa, de forma rápida.

A CASE CX800 é a maior das escavadoras de rastos da CASE. Utiliza um motor ISUZU de 6 cilindros e baixo nível de emissões, dotado de um sistema electrónico que optimiza as prestações e reduz ao mínimo o consumo. A potencia do motor é de 495 CV (369 kW) num regime de 1.800 rpm.

A empresa Vitali SpA seleccionou este produto da CASE devido à inovação tecnológica que oferece a marca, capaz de atingir os mais altos níveis de segurança do sector.

Na cabina do operador existem três camaras de televisão, conectadas com os respectivos monitores, para obter uma visibilidade de 360°. Os braços estão equipados com válvulas anti queda. Toda a estructura superior da máquina foi projectada de forma específica para operar nas dificeis condições das obras de demolição:

Reforço da estrutura

Segundo contra peso

Terceiro pedal

Cabina confortável e espaçosa

Entre muitas outras características.

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

BOBCAT - Coração de Ouro


A carregadora Bobcat com o “ coração de ouro” vai ser leiloada a favor da UNICEF

Uma carregadora compacta Bobcat S175 especialmente pintada de dourado será leiloada durante este ano entre os distribuidores Bobcat na Europa, Médio Oriente e África (zona EMEA) para angariar fundos para a campanha da UNICEF das “Escolas para África”. O leilão desta carregadora Bobcat, única, é a última iniciativa a decorrer no âmbito de um plano de colaboração de 3 anos entre a Bobcat EMEA e a UNICEF Bélgica.

Uma segunda carregadora Bobcat S175 com o “coração de ouro" ficará exposta de forma permanente na recepção das instalações da Bobcat em Dobris na República Checa.

Para realçar a ligação com as crianças que a UNICEF está a apoiar, o leilão da carregadora termina a 5 de Dezembro e o distribuidor que ganhar o leilão será convidado a vir, uma semana depois (sábado 13 de Dezembro de 2008), à sede da Bobcat EMEA em Bruxelas, para assistir à festa anual da Bobcat e pessoalmente entregar a um representante da UNICEF Bélgica, um cheque no montante da oferta vencedora.

Lee Harrison, Director de Desenvolvimento Estratégico da Bobcat EMEA, visitou, durante este ano, um dos projectos das “Escolas para África" e comentou: “Como parte da nossa colaboração de 3 anos com a UNICEF Bélgica, estamos encantados de poder leiloar esta carregadora dourada, muito especial, no 50º aniversário da Bobcat, para angariar fundos para os trabalhos que a UNICEF realiza em África. A nossa colaboração com a UNICEF Bélgica reflecte o compromisso da Bobcat em apoiar o desenvolvimento das comunidades de todo o mundo, especialmente, as pessoas mais importantes destas comunidades, as crianças”.

No ano passado, na Convenção de Distribuidores da Bobcat em Praga, leiloou-se também uma colorida carregadora S100, decorada com desenhos de Théo Sist, o filho de 5 anos de um empregado de um distribuidor Bobcat em França, para angariar fundos para a UNICEF Bélgica. A oferta vencedora foi feita pela Fintractor, distribuidora da Bobcat na Finlândia, que comprou a carregadora por 55.000 euros.

Não devemos subestimar a importância da campanha "Escolas para África" da UNICEF; só na África Subsaariana, cerca de 45 milhões de crianças não vão à escola. A informação sobre a campanha “Escolas para África” pode ser consultada na página Web: www.schoolsforafrica.com



quarta-feira, 8 de outubro de 2008

CONSTRULASER - Controlo de Escavação "wireless"


A CONSTRULASER lança no mercado português o EZDIGPRO, um sistema de controlo de escavação que permite um salto qualitativo na indicação do nível (altimétrico) de trabalho da escavadora, com a aplicação da tecnologia de acelerómetros, muito rápida e altamente precisa.

O sistema é extremamente simples na operação, na montagem e na calibração.

Na operação, o operador tem apenas que seguir a indicação dos LED’s do painel remoto, o que lhe permite um trabalho rápido e preciso tanto em cortes abertos como em cortes cegos; tais como debaixo de lamas ou água. Não existe a necessidade de operários auxiliares para verificação da profundidade de trabalho o que poupará tempo e dinheiro ao evitar cortes a mais com reposição de material ou cortes a menos com nova deslocação da máquina para rectificação.

A montagem é rápida e simples porque os sensores são de aplicação magnética, não havendo necessidade de soldaduras de chapas na máquina, não existindo cabos porque a comunicação entre os elementos é via rádio.

A calibração também é rápida e simples porque além de não ser necessário a medição dos elementos da máquina, a calibração é feita automaticamente pelo próprio sistema, com o reconhecimento da posição dos sensores entre si e em relação aos elementos da máquina.

O sistema EZDIGPRO, tem dois modos de alerta para protecção, um de limite de altura para evitar o encontro com obstáculos por cima da máquina, tais como cabos eléctricos, estruturas, etc., e outro para alertar o operador de que não pode escavar a mais de que determinada profundidade.

Permite executar com facilidade e precisão, trabalhos como:
- Abertura de valas em nível ou com pendente.
- Abertura de caixas em nível ou com pendente.
- Construção de perfis definidos pelo utilizador ou, de projecto.
- Construção de taludes positivos ou negativos.
- Trabalhos de profundidade constante.
- Construção de rampa desde -300% a 300%.
- Espalhamento de materiais.
- Pode aumentar a capacidade de escavação e acabamento, até 70%.

Características:
- O sensor do braço da escavadora tem incorporado um receptor laser que indica automaticamente ao sistema, qual a cota de início de trabalho, quando a trabalhar com o auxílio de um emissor laser.
- O sistema é amovível, pelo que se pode mudar de uma máquina para outra. O painel de controlo tem memória para 5 máquinas e 9 baldes diferentes.
- É um sistema sem cabos, com sensores com acumuladores solares.
- Montagem rápida, até 10 minutos no máximo.
- Calibração fácil e automática, de até 20 minutos.
- O sistema EZDIGPRO pode ser montado em escavadoras hidráulicas, mini escavadoras ou retro escavadoras.

Este sistema revoluciona totalmente o conceito de controlo de escavação… pois a eficiência nota-se quer no funcionamento do mesmo mas e sobretudo na facilidade e velocidade de montagem do mesmo!

A CONSTRULASER propõe a todos os interessados, que solicitem uma demonstração.


segunda-feira, 6 de outubro de 2008

“Blade Runner” Serie B: A nova máquina da NEW HOLLAND chega ao mercado


A New Holland é o único fabricante mundial que oferece na sua gama uma máquina única no seu género, capaz de reunir as características da escavadora de rastos e o “bulldozer” de rastos. Esta combinação original de duas máquinas é uma solução que a New Holland desenvolveu ao longo do tempo para permitir ao utilizador efectuar vários tipos de tarefas com um mesmo equipamento.
.
O “Blade Runner” permite ao operador trabalhar com a máxima precisão e agilidade em aplicações como escavação de valas e canais, colocação de tubos, enchimento, desmonte, terraceamentos e compactação de taludes.
.
O “Blade Runner” Serie B está dotado de uma estrutura derivada do E135B SR (Short Radius) é uma escavadora de rastos de 14 t, com braço monobloco, montado sobre um “carro” especial fabricado com componentes da categoria de escavadoras de 20 t, concebidos para fornecer forças extra que garantam uma excelente produtividade ao “Blade Runner”, incluindo quando se emprega como “bulldozer”. O “Blade Runner” inclui uma lâmina de seis movimentos que, além dos movimentos de subida e descida, pode rodar à direita e à esquerda (anglo dozer) bem como oscilar no sentido vertical, rodando em ambos os sentidos.
Os comandos servo-assistidos permanecem invariáveis na função de escavadora, enquanto que na função de “bulldozer” de rastos se efectuam por meio de uma alavanca.
As duas bombas da nova geração de alta capacidade e baixo nível de ruído são accionadas pelo motor Mitsubishi Tier 3A, de 74 kW de 2000 rotações, com mais 6% de potência, em relação à anterior versão. A instalação hidráulica está dotada do novo sistema H.A.O.A. (Hydrotronic Active Operation Aid), apresenta o controlo informatizado do caudal das bombas e trabalha em dois modos, modo de serviço pesado e standard.
.
A nova versão está dotada do inovador sistema INDR (Integrated Noise Reduction System), patenteado pela New Holland, para diminuir o nível de ruído de 97dB para 92dB. Este sistema presenta uma superior capacidade de filtragem para proteger o motor contra o pó nas utilizações mais pesadas.
.
Por último, as características da nova cabina demonstram o cuidado que a New Holland dedica à comodidade do operador, o qual influi de forma directa nas prestações. A cabina, espaçosa e inovadora, inclui um novo assento anatómico; Os braços, integrados nas consolas laterais, oferecem um apoio ergonómico ideal; Também é nova a configuração dos pedais, com uma distância maior entre os pedais e o assento, para facilitar assim a condução da máquina. Todos os comandos estão ao alcance e dispostos ergonómicamente à direita, em posição de fácil visualização e rápido alcance.
.
A escolha da New Holland, que desenvolveu o “Blade Runner” Serie B em colaboração com a Kobelco, è ganhadora porque combina experiencias tecnológicas de ambos os fabricantes, oferecem uma máquina altamente especializada e versátil no sector de movimentação de terras, e capaz de desempenhar de maneira eficaz as tarefas da escavadora e do “bulldozer” de rastos, sem renunciar à produtividade e à segurança.
.
CLICK aqui para ler a notícia (inglês) da KHL sobre esta escavadora da NEW HOLLAND

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Tractor de rastos KOMATSU foi medalha de prata no “ IDEA”


O Presidente e CEO da Komatsu – Kunio Noji – anunciou que o tractor de rastos D51EX/PX22 ganhou a medalha de prata no International Design Excellence Awards (IDEA®) 2008, o mais prestigiado prémio deste tipo nos Estados Unidos.

O design do D51 foi homenageado na categoria “Comercial e Industrial” pelo seu capot do motor com nariz super “afunilado”.
De acordo com a IDEA®, o nariz super “afunilado” é uma característica única que permite ao operador visualizar objectos que estão muito próximos da lâmina, aumentando a segurança e eficiência no local de trabalho. Este novo desenho significa uma melhoria nos parâmetros fundamentais de trabalho.

O tractor de rastos D51EX-22 e o D51PX-22 são máquinas de tamanho médio para trabalhar na construção, na terraplanagem, construção civil, silvicultura, pedreiras e trabalhos urbanos.
Equipado com motor Komatsu SAA6D107E-1 de 6,69 litros, altamente económico, com 130 HP a 2,200 RPM com certificado de emissões Tier 3, estes novos modelos cobrem um peso de operação entre 12.710 a 13.100 kg, dependendo da versão.
Ambos os modelos, standard (EX) e de baixa pressão sobre o solo (PX) podem ser oferecidos ao cliente com opções de distribuição de peso/flutuação de forma a corresponder às suas necessidades.

O programa IDEA® (Prémio Internacional Design de Excelência) é a primeira competição internacional de excelência de design em produtos, eco-design, design de interacção, embalagem, estratégia, pesquisa e conceitos. O IDEA® era conhecido como o Prémio Excelência em Design Industrial. O nome da competição foi alterado em 2007 para enfatizar o seu alcance e influência internacional.


segunda-feira, 29 de setembro de 2008

YALE - Novo porta paletes MP20XV


Ante a crescente procura de Porta paletes eléctricos, a Yale apresentou o seu novo modelo MP20XV com plataforma rebatível e braços laterais: a máquina ideal para os sectores de rápida distribuição diária e de operações de carga e descarga.
Yale MP20XV é uma inclusão importante à gama de maiores vendas, o dos Porta paletes e dos empilhadores eléctricos de CA, que contribuíram de forma tão importante no aumento da produtividade no armazém. Além da comprovada tecnologia CA da Yale, o novo Porta paletes eléctrico tem os mesmos controlos Dual Combi MOSFET com sistema de comunicação electrónico de estado sólido CANbus e os quatro níveis de rendimento seleccionáveis pelo operador, disponíveis nos últimos modelos da Yale para armazém.
Ao anunciar o novo porta paletes eléctrico de plataforma, Andrea Lucchi, Gerente Geral de Equipamentos de Armazém da Yale Europe, comentou: “O modelo Yale MP20XV marca novas referências para os Porta paletes eléctricos de CA com condutor devido ao seu novo desenho de roda dupla de grande resistência, chassis, redução automática da velocidade nas curvas e controlos ergonómicos. Este equipamento que já está a contribuir consideravelmente na produtividade de algumas das maiores empresas de distribuição de toda Europa”.
Aos operadores agrada-lhes a flexibilidade de um Porta paletes eléctrico com plataforma rebatível e com braços laterais opcionais, que se pode rebater facilmente quando não se utiliza. O braço de condução assistido e os controlos oferecem ao operador a opção de montar-se na plataforma nas deslocações maiores ou de rebater a plataforma e utilizar o porta paletes no modo de condutor acompanhante quando é necessário.

Maior productividade

A produtividade aumenta graças a aplicação da tecnologia de CA e do motor de tracção de 2 kW que não requer manutenção. As velocidades de deslocação de 6 km/h (7,5 km/h na versão de alta velocidade) oferecem o rendimento necessário nas operações intensivas, com redução automática de velocidade nas rotações, para una maior segurança. As opções de bateria de 24V de 210 e 315 Ah oferecem mais energia necessária para a maioria das aplicações.A travagem regenerativa automática, que normalmente se encontra só nos modelos mais caros, vem de serie na MP20XV, o que aumenta a rentabilidade da bateria. Também é oferecido de série um controlo de avanço lento que permite ao operador maior flexibilidade na recolha de pedidos e o aumento da produtividade. O controlo opcional de teclado com código PIN regista as preferências do condutor e todas suas actividades, evita o mau uso ou o uso não autorizado e permite a diferentes operadores utilizar o mesmo equipamento em diferentes turnos.
.
Para ler press release original (em castellano) por favor CLICK na foto acima.

terça-feira, 23 de setembro de 2008

Barloworld STET volta a marcar presença na FEMOP



A Barloworld STET estará presente na 4ª edição da FEMOP - Feira de Máquinas e Equipamentos para Construção Civil e Obras Públicas.
.
Ocupando uma área de mais de 240m2, estarão presentes os seguintes equipamentos de Construção e Obras Públicas:
.
· Retroescavadora 432E
· Mini Pá Carregadora 226B2
· Motoniveladora 120M
· Mini Escavadora 303C CR
· Cilindro CB24
· Gerador GEP X30
.
No exterior do recinto, teremos uma escavadora M318D, uma Multicarregadora Telescópica 360B e uma Carrinha de Tubos, esta responsável pela montagem de tubos e terminais, formação de tubos, limpeza interna dos mesmos, entre outros serviços, onde quer que o Cliente esteja.
.
À semelhança de anos anteriores, a Barloworld STET privilegiará o contacto com o Cliente, num ambiente onde os equipamentos Caterpillar marcam encontro com os grandes negócios.
.
A FEMOP realizar-se-á na Exposalão – Batalha, de 25 a 28 de Setembro, das 10h00 às 20h00
.
Para mais informações sobre a FEMOP ver post anterior.

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

FEMOP - 25 a 28 Setembro


A ExpoSalão – Centro de Exposições S.A., apresenta a 4ª Edição da FEMOP – Feira de Máquinas e Equipamentos para Construção Civil e Obras Públicas, uma feira de carácter único dirigido aos profissionais do sector, que desde sempre se distinguiu pela elevada taxa de representatividade do mercado, que terá lugar de 25 a 28 de Setembro de 2008.

Seguindo a tendência das edições anteriores a FEMOP continua a crescer, contando este ano com cerca de 80 expositores, num espaço interior de 16.000 m2 e 5,000 m2 de espaço exterior para demonstração e exposição, onde iram ser apresentados novos modelos de máquinas e de equipamentos para a Construção Civil e Obras Públicas. Contudo a grande novidade deste ano é a participação de empresas de Renting, alargando a oferta de novos equipamentos.

Actualmente, e num contexto de grandes transformações no sector, esta aposta justifica-se pela expectativa de realização de Obras Públicas com grande impacto Nacional.

Além da estrutura tradicional que este Certame tem apresentado, nomeadamente no que se refere à apresentação de novos equipamentos, há a registar um crescimento acentuado de empresas que prestam serviços ao nível do Renting de Máquinas e Equipamentos.
Gruas, máquinas de movimentação de terras, bulldozers, motoniveladoras, fresadoras de asfalto, motorcrapers telescópicas, order pickers, reach trucks, empilhadores, porta-paletes, pás carregadoras; Minis (pás-carregadoras, escavadoras, retroescavadoras); Centrais de asfalto e de betonagem; Bombas de betão e de fluído, motores industriais e marítimos; Geradores eléctricos e hidráulicos; Equipamentos de captação de água, rega, topográficos, pavimentação, compactação e vibração; Betoneiras, britadeiras, compressores, dumpers, andaimes, cofragens; Martelos autónomos, hidráulicos e pneumáticos; Unidades de transporte e veículos pesados; Acessórias e pneus e outros produtos ligados a este sector já são presenças habituais na FEMOP.

NEW HOLLAND – On line store


A NEW HOLLAND põe á disposição dos seus “fãs” uma loja on line onde se podem comprar todo o tipo de artigos “branded” com a marca NEW HOLLAND.

Desde a simples t-shirt a relógios, passando por botas de trabalho, lanternas, pastas, lanternas, colares, etc… (e claro miniaturas!!!)

Se é fã ou curioso destes deste tipo de artigos não deixe de visitar o endereço é:

http://www.store.newholland.com/View/Pages/home.aspx

ou então “click” na foto acima.

P.S. têm alguns artigos com descontos!!!

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

KOMATSU HM250-2 - Novo Camião Articulado

.
A Komatsu introduz no mercado Europeu o novo camião articulado HM250-2.
Como resposta ao aumento do mercado na gama das 25 toneladas, o novo HM250-2 completa a recentemente renovada gama de camiões articulados. A Komatsu está cada vez mais competitiva neste segmento de mercado.
Baseado no provado conceito dos HM300-2, o HM250-2 é caracterizado por uma elevada velocidade de deslocação e grande manobrabilidade agora melhorada por uma frente mais curta. Os travões multi-discos em banho de óleo – uma característica exclusiva da Komatsu nesta gama – é a garantia de excelente qualidade, durabilidade e grande potência de travagem.


.
O potente motor Komatsu da série Ecot3 modelo SAA6D125E-5 tem uma potência útil de 232 kW /311 HP e cumpre na íntegra as normas europeias de emissões de gases EU Stage IIIA e EPA Tier III. Com um tempo de ignição e combustão optimizado – e com câmaras de combustão de design exclusivo – reduzem o consumo de combustível, emissão de partículas e NOx, assim como os níveis de ruído.Um conforto excepcional e elevada segurança são parte integral do equipamento no HM250-2, tal como é habitual em todos os equipamentos Komatsu. A cabina ROPS/FOPS é espaçosa e proporciona elevada visibilidade. Com assento de suspensão pneumática e com a cabina montada sobre amortecedores hidropneumáticos os níveis de vibrações são mantidos ao mínimo em todas as situações de trabalho. Os operadores podem aumentar a sua produtividade e mantê-la constante durante todo o turno de trabalho.


O novo HM250-2 vem sempre equipado com o sistema KOMTRAX, o sistema exclusivo da Komatsu que permite a localização e monitorização da máquina remotamente via satélite. Uma vez activado, o KOMTRAX permite melhorar e ajudar a gestão da frota, localizar remotamente a máquina, monitorizar o n.º de horas, accionar alarmes de frota ou de máquinas, assim como utilizar a informação dos controladores para monitorizar o estado da máquina e agir proactivamente na manutenção e detecção de avarias, assim como realizar o planeamento dos meios de manutenção.

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

MANITOU adquire GEHL


A MANITOU, adquiriu a GEHL pelo valor global de €230 M (valor de cada acção €21.2)

A GEHL é uma empresa norte Americana, especialista em equipamentos compactos para construção e agricultura., que produz carregadores frontais entre outros equipamentos. A empresa possui duas fortes marcas (trademarks), GEHL e MUSTANG, e em 2007 teve resultados de €324 M.

A relação comercial entre a GEHL e a MANITOU data de 2004, quando estabeleceram acordos na comercialização cruzada de equipamentos. Bem como com a posterior participação da MANITOU na GEHL (14.4% à data de Junho de 2008).

O relacionamento entre as duas empresas foi crescendo ao longo dos ultimos anos, e a compra das restantes acções, deve se ao facto da MANITOU ter a expectativa de atingir a liderança no mercado mundial de equipamentos de movimentação de cargas de todo o terreno, crescendo sobretudo a sua presença no mercado Norte Americano (tendo agora dimensão para “trabalhar” o mercado das empresas de aluguer de máquinas).

Os benefícios estratégicos são amplamente atingidos quando pensamos no aumento da linha de produtos, nas sinergias que se conseguem nas áreas de R&D, produção de equipamentos e rede de distribuição.

Continua assim a politica de fusão das grandes empresas.

Se pretender ler a noticia completa da INTERNATIONAL RENTAL (CLICK AQUI).
.
Se pretender ler o press release da GEHL (CLICK AQUI).

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

2 novos modelos de escavadoras Doosan: DX140LC e DX160LC

A Doosan Infracore lançou recentemente no mercado dois novos produtos inovadores: as escavadoras giratórias DX140LC e a DX160LC. Estas escavadoras giratórias asseguram a contínua transição de todos os modelos Solar para as versões Doosan DX. A DX140LC e a DX160LC constituem duas novas escavadoras de 14 toneladas e 15,35 toneladas, respectivamente, e estão equipadas com motores de 6 cilindros da Doosan, uma nova cabine e um novo sistema de gestão para o equipamento hidráulico. Estes dois novos modelos estão disponíveis na versão standard com a mono-lança de 4,6m e um braço de 2,5m. A lâmina frontal, assim como, a versão da lança articulada, são opcionais. A DX160LC tem como principal característica chassis para trabalhos pesados. A Doosan oferece agora uma gama de escavadoras de rodas de 10 modelos básicos desde das 14 às 52 toneladas.

A DX140LC e a DX160LC estão equipadas com o motor Doosan DL06 com uma cilindrada de 5,9 litros desenvolvendo uma potência de 71kW (96 bhp). O potente motor assegura uma impressionante reserva de potência para estas novas escavadoras como também é empregado em máquinas maiores como a DX255LC de 25 toneladas, onde proporciona 175bhp.
Tal como acontece com todos os seus motores a Doosan está preparada para assegurar elevados níveis de desempenho e níveis reduzidos de emissões ao empregar o sistema Common-Rail de 4 válvulas e uma unidade de controlo electrónica que também assegura a gestão dos elementos hidráulicos da escavadora. Esse motor desenvolve a máxima potência ao um baixo nível rotações de 1750rpm, prolongando a vida útil do motor e permitindo ao operador um maior conforto a níveis de ruído reduzidos. Um importante nível binário de 44,5kg também é produzido às 1400rpm. Para trabalhos mais pesados, existe a função para aumentar a potência, enquanto que preserva a uma velocidade de rotação razoável de 1850rpm.
.
O sistema de arrefecimento está completamente adaptado a este motor. O radiador do motor e o radiador do óleo está lado a lado para facilitar a limpeza e estão protegidos por uma grelha que pode ser facilmente retirada. O radiador do ar de admissão, o arrefecedor de combustível e o condensador estão igualmente colocados lado a lado e recebem o fluxo de ar inicial. O acesso ao conjunto assim como às bombas hidráulicas localizadas no outro lado do motor está facilitado pelas amplas coberturas.
.
É essencial permitir as operações de manutenção rápida e facilmente. Por isso, é que todos os pontos de serviços nestes modelos podem ser acedidos a partir do solo.
Naturalmente que a passagem dos modelos Solar para as versões DX geraram certas mudanças. Para os utilizadores, a mudança mais significativa foi na cabine. O espaço da cabine sofreu um aumento considerável com uma largura actualmente de 1110mm, ao que corresponde a um aumento de 150mm. A visibilidade foi melhorada ao limitar os ângulos mortos ao utilizar uma janela maior e ao reduzir a espessura das estruturas. A quantidade dos arrumos foi aumentada e o nível do ruído reduzido para 71dB, representando uma melhoria em 100% em relação aos modelos Solar.
.
Ao nível dos controlos hidráulicos, importantes modificações foram implementadas. O novo distribuidor hidráulico combinado com o novo sistema electrónico e-EPOS proporciona uma operação mais suave e um maior controlo da máquina. Com as duas opções de trabalho, escavação standard e abertura de valas que coloca a prioridade na rotação, o balde torna-se de maior facilidade de utilização. O operador tem a possibilidade de proteger a sua máquina contra o roubo ao colocar uma password e tem a possibilidade de guardar valores diferentes de caudal para diferentes equipamentos. Por fim, três circuitos independentes podem ser adicionados caso sejam necessárias outras funções.
.
Quer a DX140LC e a DX160LC aumentaram harmoniosamente a oferta da Doosan de máquinas diversificadas e de alto desempenho. Com a sua extensa gama de pás carregadoras, de escavadoras de rastos e de rodas e a sua linha compacta, a Doosan aumentou assim a sua cobertura dos requisitos do operador para equipamento de trabalho.

sexta-feira, 29 de agosto de 2008

CIMERTEX – Inauguração Filial de Aljustrel


A Cimertex tem vindo a aumentar a sua capacidade de actuar nos mercados mineiros. Como distribuidor da Sandvik e Komatsu, tem sido uma prioridade desenvolver os seus serviços de assistência nas áreas mineiras. Para ir de encontro às necessidades do trabalho subterrâneo, tem procurado criar equipas locais e desenvolver competências mais específicas.

Resolveu a CIMERTEX, agora dar um passo mais importante no apoio à actividade, procurando fazer parte do compromisso de desenvolvimento da indústria mineira em Portugal.
É neste contexto que foi inaugurado, no passado dia 28 de Julho novas instalações da Cimertex em Aljustrel, um espaço vocacionado para reparações gerais de equipamento e seus componentes e para fabrico de peças.

As novas instalações dispõem de uma vasta gama de equipamentos de metalomecânica e mecânica geral aliados a um serviço de técnicos especializados.

Cimertex - Cada vez mais próximos dos nossos clientes. (Assim parece!!)

Foto: Presidente da Câmara de Aljustrel – Sr. Dr. José Godinho (Dtª) e Sr. Engº Álvaro Bastos (Administrador Cimertex).

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Doosan Infracore compra MOXY


A subsidiária na Europa da Doosan Infracore, DIEU, adquiriu a empresa Norueguesa fabricante de camiões / dumpers articulados, MOXY Engeneering AS.
.
O contracto foi assinado a 18 de Agosto, tendo o valor de €55 Milhões.
Com esta aquisição, a Doosan Infracore pretende penetrar no mercado mundial dos camiões / dumpers articulados, que tem um valor estimado de US 3.4 triliões, assim como no mercado de equipamento pesado para mineração.
.
A MOXY esta sediada em Molde, na costa oeste da Noruega, desenvolve e fabrica camiões articulados (dumpers) desde as 23 até ás 46 Toneladas. Possui uma rede de revenda com 61 “dealers” na Europa e nos Estados Unidos da América a que acrescem os centros de I&D nos E.U.A. e na Grã-Bretanha.
.
A Dossan Infracore pretende crescer em aproximadamente 5 anos as vendas da MOXY até os €250 milhões, utilizando para isso a sua rede de revenda na China, U.S.A e Europa, com mais de 300 distribuidores.
.
A compra da MOXY, associada às anteriores compras da BOBCAT e da chinesa Yantai Yuhua Machinery Ltd., fazem parte do plano da Doosan Infracore para se tornar em 2012 no terceiro maior produtor mundial de equipamentos para a construção.
.
Informação actualizada da Moxy Engineering AS
1. Localização: Molde, costa oeste da Noruega. A cerca de 50 minutos de automóvel de Oslo
2. Totalmente detida por Brian Thomson da Grã-bretanha.
3. Número de funcionários: 151
4. Principais Produtos: Dumpers articulados de 23 a 46 toneladas - / 5 modelos (market share mundial – posição nº 7)
5. Vendas em 2007: €53.73 milhões
6. EBIT em 2007: €490,000
.
Para ler (todo) o comunicado de imprensa original CLICK AQUI.
.
CLICK na foto acima para entrar no site da MOXY.

terça-feira, 26 de agosto de 2008

JCB - Telemovel


Alguém sabia que a JCB “tem” 1 telemóvel?

Um telemóvel com marca JCB!!??

E o que tem de especial?

É “praticamente” (digo eu…) indestrutível! O que, convenhamos dá muito jeito quando estamos nas obras ou em locais “agressivos”.

Se não acredita, veja o vídeo abaixo… será que se vende em Portugal?

Eu quero um.
.

terça-feira, 19 de agosto de 2008

CATERPILLAR - Mini escavadora 100.000

A Caterpillar celebrou o mês passado a venda da mini escavadora hidraulica nº 100.000, produzindo uma “unidade” exclusiva prateada. Este modelo nº 100.000 foi entregue à empresa Alemã Matthai, que acrescentou esta ás mais de 30 unidades da sua frota.

Richard Cooper Director de Produtos para a Construção referiu: “que o negócio das mini escavadoras hidráulicas é de elevada importância para a Caterpillar. Temos construído máquinas há mais de 10 anos e continuamos a trabalhar para melhor satisfazer as necessidades de fiabilidade, durabilidade e fácil manutenção dos nosso clientes. O facto de chegarmos a este número de unidades vendidas e de esta máquina ser entregue à Matthai enche-nos de satisfação.”

A Caterpillar fornece e fabrica a sua gama de mini escavadoras a partir das suas fabricas no Japão e na Grã Bretanha. Esta última situa-se em Desford, Leicestershire, fabrice e exporte modelos com menos de 3 toneladas assim como retro escavadoras e carregadoras frontais compactas de rodas. A Caterpillar emprega mais de 12.000 pessoas na Grã Bretanha, estando 1.000 na unidade de Desford.
.
A Matthai foi fundada em 1933, tem a sua base em Verden, Baixa Saxónia e emprega mais de 1.500 pessoas e as suas principais actividades incluem construção de estradas e pavimentação. A empresa utilizará a mini escavadora nº 100.000 como máquina de demonstração nas diferentes sucursais da Matthai na Alemanha.
.


Click nas fotos se desejar ler o "press release" original.

terça-feira, 12 de agosto de 2008

Duas construtoras portuguesas nas 100 maiores da Europa


A última edição da revista CONSTRUCTION EUROPE (click no nome para fazer o download do pdf) apresenta um artigo com o “ranking” das maiores 100 empresas de construção da Europa.

Os destaques continuam a ser as empresas francesas Vinci e Bouygues, que ocupam os dois primeiros lugares bem como a “armada espanhola”, que é cada vez mais forte e numerosa, tem agora três empresas no top 10 (ACS, Ferrovial e FCC).

As empresas portuguesas estão representadas pela Mota – Engil e pela Teixeira Duarte, nas posições 56 e 80 respectivamente.

O artigo analisa o mercado actual e perspectiva as tendências para o futuro.

A ler, este e outros interessantes artigos.
.
Veja aqui o vídeo de apresentação da MOTA ENGIL
.
Pode ainda "ouver" abaixo o video com os comentários do editor da revista, Mr. Chris Sleight

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

DOOSAN - Nova Mini-escavadora DX55


Apresentada em Abril, na SMOPYC em Saragoça, a nova mini-escavadora DX55 apresenta maior capacidade de produção, ergonomia e confiança melhoradas e manutenção reduzida. A DX55 de 5,6 toneladas é uma actualização da Solar55 beneficiando de todas as melhorias da transição da gama Solar para a DX. Deste modo, a gama DX de mini-escavadoras Doosan tem actualmente disponíveis seis modelos de mini-escavadoras desde das 2,7 às 8 toneladas, 3 dos quais de raio zero.

Com um peso operativo de 5,6 toneladas, a DX55 vem equipada com um motor Yanmar com uma potência de 56,4 cavalos às 2000rpm e com um balde com 0,175m³ (SAE). A DX55 garante um elevado desempenho graças à sua potente força de escavação – de 4,2 kgf – e ao sistema hidráulico avançado, que melhoram a eficácia da operação em qualquer tipo de trabalho. Esta mini-escavadora apresenta assim uma maior capacidade de produção e uma maior economia de combustível obtida com a optimização electrónica do sistema hidráulico e o motor da nova geração. A capacidade de produção da DX55 graças a um alcance máximo de escavação de 3,78m, uma profundidade máxima de escavação de 4,08m e uma altura máxima de escavação de 6,16m.

A segurança e a comodidade foram tidas em conta para proporcionar ao operador o melhor desempenho. Esta máquina na sua configuração standard oferece um amplo espaço para o operador que normalmente só é obtido em máquinas de gama média ou pesada. Os controlos na cabine têm um desenho ergonómico que assegura uma utilização cómoda e conforto do operador.

A cabine para além de espaçosa vem equipada com um painel de instrumentos de fácil leitura, assento ajustável para o operador adaptar às suas necessidades, e ar condicionado e desembaciador de elevada capacidade para as condições meteorológicas mais agrestes. A ergonomia foi melhorada e o campo de visão foi aumentado para assegurar um ambiente de trabalho seguro e agradável. O maior conforto para o operador passa também pela diminuição do nível de ruído de apenas 78dB, o que também torna esta máquina ideal para trabalhar em zonas sensíveis como áreas urbanas e habitacionais.

A utilização da tecnologia mais avançada na gama DX permite uma maior fiabilidade e duração dos materiais que compõem a máquina, pois ao utilizar materiais de alto rendimento combinados com novos métodos de análise de fadiga estrutural, levou a um aumento de vida útil e a uma redução dos custos de funcionamento. Quer no chassis quer na estrutura da lagarta foram utilizados materiais de alta qualidade para uma maior resistência em trabalhos pesados. As estruturas laterais são soldadas, firme e rigidamente, à estrutura da lagarta. Os roletes da lagarta, rodas de guia e rodas motoras com tampões flutuantes são permanentemente lubrificados para uma maior vida útil.

Para uma maior disponibilidade e redução de custos da DX55 a manutenção é reduzida e fácil proporcionando ao operador pontos de diagnósticos convenientes, como uma porta de ligação a um computador portátil. O fácil acesso às peças e a utilização de material mais resistente e fiável diminui o tempo de paragem e aumenta os intervalos de tempo entre cada manutenção.



Extensão da garantia das mini-escavadoras
A Doosan decidiu aumentar a garantia base da gama das mini-escavadoras. A garantia standard foi alterada para “2 anos / 2000 horas” – o que ocorrer em primeiro lugar – quando anteriormente era “1 ano/ 2000 horas”. Esta alteração abrange os modelos DX15, DX18, DX27z, DX30z, DX35z, DX55, DX55W e DX60R que tenham sido facturados ao importador a partir de 1 de Junho de 2008. Todas as outras condições existentes na Garantia mantém-se iguais.

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

CIMERTEX - Operação Areia Limpa


A Empresa Águas do Porto S.A. solicitou à firma Restradas - Revitalização de Estradas do Norte,
Lda. com sede em Penafiel um trabalho específico e de grande responsabilidade e que se baseava
na execução de dois grandes colectores de água para reunir todas as águas residuais e pluviais ao
longo de toda a costa de praias compreendidas entre o Passeio Alegre, a partir do Castelo de S.
Jorge até à rotunda do Castelo do Queijo.

Este trabalho tinha por finalidade colocar novamente as saudosas praias num estado em que todos os amantes e veraneantes daquela zona pudessem novamente usufruir para o seu belo
prazer, caminhar, banhar-se, etc. Enfim tornar as praias limpas. Em virtude do tempo de execução de obra ser extremamente curto, Fernando Melo, coadjuvado pelo seu filho Manuel Melo, canalizaram para o efeito uma grande quantidade de máquinas para executarem este dificil trabalho, desde escavadoras de rodas, escavadoras de rastos, pás carregadoras, dumpers, carros de perfuração, entre outras.

Assim de entre as várias máquinas da marca Komatsu, que foram encarregues de limpar e ajudar o ambiente daquela zona, destacam-se a escavadora de rastos PC450 com o martelo
Sandvik/Rammer modelo G110City, com um peso de quatro toneladas, a escavadora de rodas PW170, a pá carregadora WA320, as escavadoras de rastos PC210-8 e PC240-8 ambas equipadas com martelos Sandvik/Rammer modelos M14 e E65, entre outros.

Em virtude da área de intervenção ser rochosa foi necessário recorrer à perfuração, e para isso
foi necessário transportar para o local os carros de perfuração Tamrock, modelos Ranger DX 700, que efectuaram um trabalho exemplar.

Esta obra foi amplamente divulgada e acompanhada pela população local, uma vez que não é muito usual utilizar este tipo de máquinas nas praias, por isso a Família Melo/Restradas está plenamente satisfeita com o trabalho desenvolvido pelas máquinas comercializadas pela Cimertex


Retirado da Revista TEMA da CIMERTEX - CLICK AQUI para acesso a revista

terça-feira, 29 de julho de 2008

E.C.E.D. tem Presidente Português


No passado dia 4 de Junho o Dr. José Gameiro, Presidente do Conselho de Administração da MOTIVO e recentemente eleito Presidente da ECED, European Confederation of Equipment Dealers foi um dos oradores convidados na III Convenção da ERA - European Rental Association que decorreu em Amesterdão, Holanda.
.
Na integra publicamos o discurso feito na ocasião.
.
"No final dos anos 80, Pierre Bouduin, um empresário francês na reforma, formou o I.L.C. O seu principal objectivo era a organização de uma Associação Europeia de Distribuidores com bases sólidas, equivalente à Associação Americana de Distribuidores de Equipamentos (AED).
Originalmente e durante vários anos, o tema dominante era ‘impor’ aos Fabricantes um contrato standard para distribuição mas, infelizmente, tal nunca foi alcançado nem aceite.
Alguns anos mais tarde, a reformulação do ILC conduziu à ECED (European Confederation of Equipment Distributors – Confederação Europeia de Distribuidores de Equipamentos), uma associação europeia sem fins lucrativos, em conformidade com a legislação belga, registada em Bruxelas, Bélgica, com finalidades mais práticas e concentradas nas necessidades específicas dos Distribuidores.
Perdemos então uma segunda oportunidade, dado que os meus 3 antecessores não estavam no activo e, por essa mesma razão, não se encontravam tão envolvidos nos problemas da distribuição, e desta forma, continuámos a lutar por um contrato de distribuição standard – uma versão mais equitativa – ignorando totalmente a nova realidade do crescimento exponencial das empresas de Aluguer e Fabricantes, começando a entrar no sector da distribuição.
Infelizmente, não podemos ignorar o facto de nunca ter havido um empresário com disponibilidade para liderar a nossa confederação por duas razões principais:
1. O receio de retaliação por parte dos fabricantes.
2. A profunda ilusão de que seria mais vantajoso para os fabricantes não dar voz a uma confederação onde são debatidos os problemas da distribuição.
Actualmente, enfrentamos uma nova realidade, com direitos e obrigações, regulados pelas normas Europeias, onde a maioria dos fabricantes reconhecem a importância da Distribuição.
O potencial número de distribuidores com uma base financeira sólida diminuiu drasticamente nas décadas de 80 e 90, levando à criação de empresas subsidiárias por parte de alguns Fabricantes, a fim de assegurar a distribuição dos seus produtos.
Este foi também o período em que se registou um crescimento do sector do aluguer e, uma vez mais, alguns fabricantes serviram-se do que, à partida, seriam pontos de aluguer como pontos de distribuição dos seus produtos.
A distribuição não é da competência das empresas de aluguer dado ser contraditório para a sua actividade principal.
Está nas nossas mãos unirmo-nos e agarrar a oportunidade à nossa frente, sem ressentimentos ou imposições, tanto por parte dos fabricantes como das empresas de aluguer. Na verdade, o realinhamento da força dos Fabricantes, Empresas de Aluguer e Distribuidores em uníssono pode e irá fortalecer-nos a todos.

OPORTUNIDADES
1. A tecnologia mais complexa, actualmente a ser introduzida nas máquinas, vai permitir uma vantagem relevante para os Distribuidores que concentram os seus investimentos na formação e em equipamento de diagnóstico moderno.
2. A ampliação das empresas de logística oferece uma redução significativa do tempo de assistência ou paragem da máquina, transportando peças e acessórios para qualquer ponto em tempo recorde e a um preço aceitável.
3. A localização geográfica das máquinas ou dos mecânicos vai mudar a curto prazo alargando a prática corrente, como é o caso do recurso ao GPS.
4. A gestão apropriada e integrada de todos os diferentes serviços usando sistemas SAP ou Navision ERP (Planeamento de Recursos das Empresas) actualizados vai permitir aos distribuidores uma gestão moderna, equilibrada e rentável.
5. A recuperação de uma parte do sector de máquinas usadas, actualmente a serem vendidas em leilões.
6. As máquinas fabricadas na China podem ser implantadas com sucesso na Europa por Distribuidores com competência para garantir a respectiva reparação através do intercâmbio de peças, como foi o caso das marcas com origem na Koreia e Japão há 15 e 30 anos atrás, respectivamente.
7. À semelhança dos Fabricantes e, actualmente, do Sector do Aluguer, o sector da Distribuição só poderá registar um rápido crescimento com base na criação de um grupo de Distribuidores poderoso em termos financeiros, tecnológicos e de adaptabilidade, de modo a influenciar positivamente os mercados desenvolvidos e em desenvolvimento na Europa.

AMEAÇAS
· Quando o ILC/ECED foi criado, a Comunidade Europeia era constituída por 16 estados-membros. Hoje, a União Europeia conta com 27 estados-membros e com alguns países candidatos.
· É do conhecimento geral que, actualmente, a UE ‘trabalha a velocidades diferentes’, com os novos Estados-Membros a necessitarem de integrar as normas e legislação da UE. Para garantir a melhor coordenação e concordância possível, respeitando os mais elevados padrões, todos sabemos que se torna necessária uma associação de distribuição sólida para supervisionar e implementar o correcto desenvolvimento e padrões consistentes em todos os mercados.
· A distribuição estruturada alcançada na Europa Ocidental é agora invocada para aplicar novas formas de distribuição mais rápidas, com a aplicação dos métodos de comunicação mais modernos (ex. web, e-commerce, …). O contacto pessoal tradicional com os profissionais parece estar a desvanecer-se.

QUESTÕES A PONDERAR
1. Os Fabricantes precisam dos Distribuidores para a resolução dos vários problemas que surgem durante os períodos de garantia. Mas o relacionamento entre eles pode vir a mudar. As máquinas vendidas directamente às empresas de aluguer, sem qualquer margem de lucro para os Distribuidores, requerem uma nova forma de pensar por parte dos Fabricantes e dos Distribuidores sobre como, o quê e quem suportará os custos das assistências em garantia, de modo a manter e a melhorar os níveis de assistência das Empresas de Aluguer.
2. As empresas de Aluguer vão concentrar-se nos melhores Distribuidores, que ofereçam o serviço de assistência mais eficiente e assegurem a funcionalidade das respectivas frotas, permitindo-lhes a procura de máquinas tecnicamente mais sofisticadas que o Mercado necessita.
3. Cada vez mais os clientes são exigentes quanto aos conhecimentos dos Distribuidores em termos de especificação correcta da máquina para as diferentes aplicações, ou de capacidade de resposta para manter os equipamentos a preços competitivos e sem custos de paragem penalizantes.
4. A Distribuição está a mudar e posso correr o risco de antever que irá ser totalmente diferente dentro de 3 a 4 anos com base nos seguintes aspectos:
4.1. Uma nova geração está a emergir do sector da Distribuição.
4.2. Existem bons softwares disponíveis na SAP ou na Microsoft que permitem uma gestão moderna e eficiente.
4.3. Estão a surgir novas empresas especializadas, oferecendo qualidade de resposta relativamente a componentes específicos tais como pneus, vidros e tubos hidráulicos.

QUAIS AS NOVIDADES APRESENTADAS PELA ECED
1. Uma parceria forte e consistente dentro da União Europeia, para a análise da legislação e de todas as normas em vigor sob a forma de Directivas Europeias, directa ou indirectamente relacionadas com os equipamentos, comercialização (distribuição), garantias, formação e certificação, normas, condições de segurança das reparações nos locais de trabalho, etc. As tecnologias e conhecimentos podem ser transferidos para outros mercados fora da UE.
2. Ser o principal interlocutor dos Fabricantes relativamente à aplicação das garantias.
3. Possibilitar aos novos estados-membros da UE serem facilmente informados sobre as exigências impostas por Bruxelas e também, sobre as metodologias e práticas mais modernas dos Países onde as máquinas são utilizadas há vários anos.
4. Promover o equilíbrio e a harmonização dos custos de reparação das máquinas em qualquer ponto da Europa, considerando os custos fiscais e de mercado.
5. Consolidar ao nível da UE estatísticas fiáveis referentes aos sectores da Produção, Distribuição e Aluguer.
6. Conduzir a organização de uma base de dados profissional que permita, em tempo real, combater o número crescente de roubos e o tráfico de máquinas.Uma visão conjunta com a ERA sobre o utilizador final, respectiva formação, responsabilidades e fiabilidade no mercado."

O que é a E.C.E.D.

A E.C.E.D. (European Confederation of Equipment Distributors) Confederação Europeia de Distibuidores de Equipamentos, é uma federação the Associações Nacionais (de países da EU) que representa empresas presentes nos mercados da distribuição, aluguer, segurança, manutenção e reparação de equipamentos para a construção, mineração, florestação e movimentação de cargas.
.

A E.C.E.D. é finaceiramente autonoma e define livremente a sua politica de actuação. Ocupa um importante espaço na “escala” europeia na qualidade de corpo consultivo para os menbros e ligação entre as associações de fabricantes europeus e as associações membros da E.C.E.D.

Mais informações CLICK neste LINK: http://www.eced-association.org/index.php

ACAP - Mercado Maquinas Industriais 1º Trim. 2008

Segundo "info" colocada na página da ACAP, assim foi o 1º trimestre de 2008.

"No primeiro semestre de 2008 foram vendidas 1.411 máquinas de movimentação de terras e 1.345 máquinas de movimentação de cargas (empilhadores) o que representa, relativamente ao ano anterior, um acréscimo do mercado de 9,3 por cento e de 18,1 por cento, respectivamente, relativamente ao período homólogo do ano anterior.
.
Relativamente ao segmento de mercado das máquinas pesadas de movimentação de terras, as vendas acumuladas neste período cifraram-se em 984 unidades o que representa um acréscimo de 2,9 por cento, relativamente ao mesmo período do ano anterior, o qual foi, essencialmente, determinado pelo crescimento das vendas de tractores de rastos (+112,5%) e de pás de rodas (+97,3%).
.
Relativamente ao equipamento mini, no mesmo período, as vendas cresceram 27,5 por cento devido ao acréscimo, quer, de mini pás (+42,9 por cento), quer, de mini escavadoras (+13,2%).
.
Relativamente ao mercado das máquinas de compactação e de pavimentação, nestes primeiros seis meses do ano, registou um crescimento acumulado de 16 por cento, face ao mesmo período do ano anterior. Este acréscimo foi determinado, quer, pela componente da compactação pesada que cresceu 21,2 por cento, quer, pela compactação ligeira que cresceu 14,9 por cento.
.
Em termos da evolução mensal ao longo deste primeiro semestre, verificou-se que o mercado das máquinas pesadas de movimentação de terras manteve a tendência crescente de recuperação. O mercado das máquinas ligeiras, por sua vez, parece ter quebrado a evolução negativa que vinha a sofrer nos cinco meses anteriores. Quanto ao mercado dos empilhadores, pode-se observar que se mantém em ascensão com acréscimos do mercado muito significativos."
.
Para mais informações CLICK AQUI ou no gráfico de barras acima, para obter o pdf orginal.

sábado, 26 de julho de 2008

CASE reúne mais de 1000 clientes durante os “Dias da Águia”

Milão foi a cidade escolhida pela CASE, numa impressionante mostra de recursos e meios.



Melhorar as relações humanas e o divertimento foram os principais objectivos da equipa da CASE para o mês de Junho

Durante três semanas CASE celebrou os seus “Eagle Days”. Com este evento queria oferecer uma experiencia única e inesquecível a um importante grupo de mais de 1.000 clientes e 50 jornalistas da Europa, África, Médio Oriente y CIS. O ponto de encontro foi a cidade de Milão onde chegarão os diferentes grupos. Os dias 10 a 13 de Junho foram para os clientes que assistiram ao evento, organizados em grupos. Os jornalistas chegaram na semana seguinte, de 18 a 20 de Junho.

Kevan Dowse, Director de Marketing de CASE para Europa, África, Médio Oriente e CIS foi o responsável pelas “boas vindas” a ambos os grupos. Contrariamente ao que sucede com outras marcas, o principal objectivo do evento não era o lançamento de novos produtos. Os principais objectivos da empresa eram claros: estabelecer relações para além das ventas e mostrar o lado humano da empresa. Sem dúvida, ambos forma atingidos com mérito.

Depois de breves explicações sobre el circuito Kevan Dowse deu a conhecer aos assistentes a lenda da Águia “Old Abe”, mascote da CASE, que desde 1891 acompanhou em 25 batalhas o 8º Regimento de infantaria Voluntario de Winsconsin na Armada da União durante a Guerra Civil americana.

.

Hakan Ilhan, Responsável de Vendas para a zona de África, Médio Oriente y CIS afirmou por sua parte o enorme esforço que a CASE está a realizar na zona, “Estamos a colocar recursos no mercado. Há 7 meses éramos somente 8 pessoas, hoje a nossa equipa esta completa, chegando ás 18 ”. Mas sobretudo o que destacou é que “por trás desta organização há muita gente que consegue diferenciar-se da concorrência através das relações pessoais que são capazes de estabelecer com os seus clientes, fornecedores e por suposto com os média”.

Este evento incluiu:
A condução de veículos (do grupo FIAT - 2 Fiat Panda, 1 Punto Abarth, 1 Alfa Romeo Brera, 1 Spider, 1 GT e 1 MiTo) na pista da FIAT em Balocco.
A apresentação dos modelos da CASE que estiveram na SAMOTER e SMOPYC.
A condução por parte de condutores profissionais que levarão ao limite os Ferraris, Maserattis e Alfas demonstrando aos seus acompanhantes a diversão e a qualidade que oferecem estes veículos.
Visitas ao Museu da Alfa Romeo de Arese, próximo de Milão; A Fortaleza Sforza, o incrível Duomo, ou a praça com o Teatro Scala, entre outros…

No final deste evento os clientes e jornalistas chegarão satisfeitos aos seus destinos e com uma unánime sensação: Tiveram uma jornada única e bem divertida e conheceram mais a fundo a equipa da CASE.

.


Retirado de Press Release Nº7037 de Julho de 2008

segunda-feira, 21 de julho de 2008

LIEBHERR - Guindastes e Estadios de Futebol


Estádio de futebol Green Point na Cidade do Cabo: Componentes de grande porte movimentados por guindastes de torre Liebherr.


Na construção do estádio Geen Point na Cidade do Cabo para a Copa do Mundo em 2010 encontram-se em operação 19 guindastes de torre Liebherr com giro na parte superior.
No verão de 2007 a Liebherr-Werk Biberach GmbH despachou doze guindastes de torre novos para o grande projeto do Estádio de Green Point para a Cidade do Cabo, África do Sul. O fornecimento abrangeu oito guindastes de torre com giro na parte superior do tipo 200 EC H 10 e 280 EC H 12 Litronic bem como quatro guindates Flat-Top 200 EC B 10 Litronic.
.
Com um volume de investimentos de € 285 milhões o velho estádio Green Point com capacidade para apenas 18.000 pessoas será substituido por uma construção totalmente nova para a Copa do Mundo de Futebol de 2010. No âmbito do projeto toda a infraestrutura do estádio também será melhorada. Serão criadas facilidades adicionais de estacionamento, praças de alimentação, áreas VIP e escritórios administrativos. O Estádio Green Point Stadion situa-se no conhecido Victoria and Alfred Waterfront num parque de instalações generosas. A conclusão do projeto de modificação ampliação esté prevista para Novembro de 2009.
.
Em projetos desta envergadura a Liebherr-Werk Biberach GmbH frequentemente não atua apenas como fornecedor de guindastes, mas também como prestador de serviços no projeto de operação do parque de guindastes instalados. Já por ocasião da Copa do Mundo de 2006 a Liebherr juntou todo seu Know-How disponível, obtido com o projeto das mais complexas utilizações de guindastes em várias obras de estádios - entre outros também na Allianz-Arena em Munique.
.
Também para a constrção do Estádio Green Point na Cidade do Cabo a Liebherr-Werk Biberach GmbH pode oferecer uma solução completa e ecnômica. A guarnição e posicionamento dos doze guindastes novos que são utilizados na construção do estádio foram projetados e calculados estáticamente por Biberach. Isto envolveu a seleção dos guindastes como também a configuração ideal de cada guindaste em função de um parque de guindastes técnicamente coordenado e economicamente otimizado.

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Barloworld STET abre Delegação em Braga


Na senda da melhoria contínua e excelência no serviço que a Barloworld STET persegue há mais de 50 anos, será inaugurada mais uma Delegação, desta feita no norte do país.
.
Braga foi a cidade escolhida para abrir um novo espaço comercial, que permitirá dar apoio ao mercado minhoto, através de uma maior proximidade com os clientes locais e vem juntar-se às Filiais e Delegações já existentes no continente e ilhas: Prior Velho (Lisboa), Maia, Leiria, Castelo Branco, Beja, Ferreiras (Algarve), Ilha de S. Miguel e Ilha Terceira. (Click nas localidades para ter mais informações)
.
Situada no Parque Industrial de Sequeira, a Delegação de Braga tem uma área com 600m2, onde o Cliente terá oportunidade de comprar as peças que necessita para a sua máquina, formar tubos hidráulicos, ver equipamentos usados – oriundos da Fábrica de Usados da Barloworld STET em Leiria – ou mesmo negociar um equipamento novo com o Técnico de Vendas alocado para a zona. .
A Delegação de Braga abre as suas portas no próximo dia 21 de Julho e o horário de atendimento será das 8h30 às 12h30 e das 13h30 às 17h30.